Facebook Ads: O que é?

desenvolvimento-software-medida

RedOcean   •   junho, 2020

Blog - Facebook Ads

Facebook

OFacebook é uma rede social lançada em 2004, sendo a plataforma no mundo que conta com maior número utilizadores (mais de 2 biliões). Sabia que esta tem associada a si uma plataforma de anúncios pagos? Chama-se Facebook ads e é dela que vamos falar.

Facebook ads

O Facebook disponibiliza um sistema de anúncios pagos chamado de Facebook ads que o pode ajudar muito para assim conseguir chegar a um público específico e para isso basta criar uma página para a sua marca/empresa. O público específico designa-se por público-alvo, o mesmo é caracterizado por ser segmentado em vários pontos levando a que o(s) anúncio(s) sejam apresentados só a esse público.
Os principais pontos da segmentação do público-alvo são:

  • Geográficos (país, região, arredores…)

  • Faixa etária (intervalo de idades)

  • Género (masculino, feminino ou ambos)

  • Idioma (português, inglês, francês, alemão, …)

Para a criação de uma campanha de Facebook ads e depois de ter a sua página da marca/empresa criada existem alguns passos que deve ter em atenção para conseguir alcançar os melhores resultados possíveis.
Inicialmente, deve definir o objetivo da campanha, ou seja, ter em mente os objetivos que queremos atingir com a campanha ou anúncio para assim conseguir alcançar melhores resultados, por exemplo, podemos ter como objetivo aumentar o número de visitas ao website da sua empresa/marca. Por isso, é muito importante que se definam logo os objetivos no início da campanha.

A segmentação do público, é outro dos passos fundamentais e que até já referimos, mas nunca é demais lembrar novamente. A segmentação do público pode ser feita de diferentes formas, contudo o importante é definir diferentes públicos para diferentes anúncios tendo em conta os objetivos dos diferentes de cada um.

O custo dos anúncios é um aspeto fulcral, pois ninguém gosta de desperdiçar dinheiro e por isso existem duas opções para a compra de anúncios. A primeira opção é leilão (tem como base o público-alvo e a duração do anúncio), e a segunda é o custo fixo (define-se um custo inicial e que não passa daquele valor). Algo que também é bom salientar é que devemos otimizar os anúncios através de testes para conseguirmos perceber quais nos trazem os melhores resultados e não devemos esquecer o ROI (retorno sobre o investimento), que é a relação entre o que se ganha com o investimento e o que se gastou com o mesmo.

Por fim, mas não menos importante é o relatório e a análise de métricas que nos permite perceber o desenvolvimento da campanha, se está ou não resultar e até onde é que podemos conseguir melhorar.

A monitorização dos anúncios é outro ponto importante pois devemos acompanhar diariamente o desenvolvimento das campanhas através do alcance diário que atingem, os gastos, a segmentação, entre outros aspetos.

Aqui ficam algumas siglas que o podem ajudar:

  • CPC – Custo por clique

  • CPM – Custo por mil

  • KPI – Key Performance Indicator (Indicador chave de desempenho)

Para concluir e caso ainda tenha dúvidas quando à realização ou não de anúncios no Facebook, estes podem ajudá-lo a aumentar não só a interação como os seguidores da página, como também aumentar as vendas e a notoriedade da sua marca/produto/serviço, ou seja, tudo coisas que o podem ajudar a evoluir.

(2020,RedOcean)